16 de maio de 2018
CNB/CF participa de encontro no Banco Mundial sobre o estudo Doing Business

No final do mês de março, a diretora do Colégio Notarial do Brasil Seção Conselho Federal (CNF/CF), Laura Vissotto, junto com comitiva do Governo Federal, esteve na sede do Banco Mundial, em Washington (D.C.), nos Estados Unidos, para participar de reuniões referentes ao Relatório Doing Business, que mede, analisa e compara as regulamentações aplicáveis às empresas e o seu cumprimento em 190 economias e cidades selecionadas nos níveis subnacional e regional.

Durante a oportunidade, a diretora apresentou o Portal de Escritura Simples, que visa facilitar e agilizar a solicitação de escrituras públicas no Brasil.

Segundo Laura Vissotto, há vários anos ela é uma das respondentes do Relatório Doing Business. “Nós realizamos um trabalho pelo Colégio Notarial do Brasil e pela Associação dos Notários e Registradores (Anoreg) para tentar melhorar a pontuação do Brasil no ranking. Iniciativas como o Portal Escritura Simples, a informatização dos procedimentos de encaminhamentos de escritura para o registro de imóveis, a redução dos prazos de registro de lavratura de escrituras, dispensa de certidões para lavratura de escrituras contribuem para a melhoria do País no ranking”.

Também estiveram presentes no encontro: Izabel Cristina de Oliveira Santos, secretária executiva do Programa Bem Mais Simples/Secretaria de Governo; Juliana Guimarães de Abreu, gerente de projeto da Secretaria Executiva do Programa Bem Mais Simples/Secretaria de Governo; Diogo Ramos Coelho, diplomata responsável na Embaixada do Brasil em Washington sobre temas econômicos/financeiros; Isabela Ferreira Duarte, assessora da Secretaria de Acompanhamento Econômico; Altemir Linhares de Melo, assessor especial da Secretaria da Receita Federal do Brasil; James Elias, Secretaria de Comércio Exterior; Luiz Paranhos Velloso Jr., presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro; Glauco Eduardo Pereira Cortez, diretor técnico do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA/SP).

Fonte: Assessoria de Imprensa